sábado, 31 de março de 2012

SUPRIMENTOS DA GRAÇA



Graça é favor imerecido. Quem bom que não merecemos; se não todos nós iríamos ser insuportáveis. Já desejamos tanto sem merecer, imagina se merecêssemos de fato. Já parou para pensar nisso?

O que consola e acalenta meu coração e alma, é ter o amparo de em cada contingência da vida saber que os suprimentos da Graça divina irão me levar a superar aquilo que eu não posso.

Nas trilhas percorridas no decurso da vida, somos como um bebe recém-nascido no colo de sua mamãe ou papai. A proteção devotada há um nenê é amplamente cuidadosa. É inconcebível o fato de que algo que venha atingir o nenê negativamente alcançar lugar, ter acesso a ele. Do mesmo modo, hoje refletindo sobre a Graça de Deus sobre as nossas vidas, fiquei pensando como os suprimentos da Graça divina nos sustentam ininterruptamente. Como a Graça de Deus vai construindo em nós um caráter decente.

As arestas do homem caído vão sendo limpas de dentro do nosso coração paulatinamente, dia a dia. Ainda assim, nunca nenhum de nós será capaz de se isentar da sombra Onipotente da Graça.

Graça salvadora, Graça absolutamente suficiente, Graça que nos redime. Graça que melhora a cada um de nós como gente. Graça que observa nossos passos em direção ao erro e subitamente nos preserva da morte e das masmorras espirituais. Graça que gera em nós uma consciência clara de pequenez, de que seremos sempre DEPENDENTES da luz maravilhosa de Cristo Jesus.

Graça divina: a luz que permeia todo o palco de atuação do grande espetáculo chamado: vida diária.

Pense nisso!

Anderson Flávio




       

Nenhum comentário: