sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

UM VAZIO DO TAMANHO DE DEUS!



Um pensador russo chamado Fiódor Dostoiévski disse uma frase emblemática: ´´ no coração do homem há um vazio do tamanho de Deus ´´.


Todo ser humano em algum momento da vida sente-se um tanto vazio, tristonho, angustiado ou desalentado.

A alma (o centro das emoções) busca incessantemente razões de cercadura contra o vazio. No decurso do tempo, nossas buscas tornam-se cansativas, rotineiras e perdemos o encantamento. Tudo isso acontece porque chegamos numa conclusão de que: SER ser humano é sinônimo de ser imperfeito, isto é: frágeis e limitados, embora batalhemos o tempo todo em busca de caminhos mais excelentes.

Paulo (apóstolo) quando discursou no areópago na cidade de Atenas disse algo sobre Deus: ´´ porque Nele vivemos, e nos movemos e existimos ´´ (texto contido na Bíblia em Atos 17:28)

Paulo quis ajudar os gregos, filósofos epicureus e estóicos na compreensão de que, por mais intelectualidade que se tenha, por maior grau de conhecimento que se adquira, por mais dinamismo que se implemente no modo de viver, Nele (Deus) nos movemos e existimos; e que sem Ele, a sensação de vazio nunca deixará de visitar o interior do homem.

Só o entendimento de que somos ou deveríamos em tese sermos a imagem e semelhança de Deus, é que nos liberta deste imensurável e aterrorizador vazio. Semelhança de Deus em atos de bondade, de doar-se ao outros sem esperar nada em troca, de cultivar um coração generoso.

Nosso desafio enquanto ser humano é abortar toda intempérie que se ponha diante de nós, é diagnosticar as possíveis infecções mentais que tentam se infiltrar em nossas mentes; é atenuar desesperos, tendo uma consciência muito clara de que a vida deve ser vivida na sua mais completa intensidade, é interiorizar a consciência do divino em nosso ser, de modo que possamos viver uma vida tranqüila de consciência, de práticas e de criações.

Há um vazio no coração do homem do tamanho de Deus, que só pode ser preenchido por DEUS!

Pense nisso!

Anderson Flávio































Um comentário:

Eriane Rios disse...

Muito legal Flávio... Gostei muito! Parabéns